Notícias

Saiba os cuidados que você deve tomar com o seu SSD.

Em 18/03/2015

Ao contrário dos HDs, que possuem discos magnéticos, os SSDs (Solid State Drive) são compostos por chips. Os SSDs são mais rápidos e velozes que os discos rígidos na maioria dos cenários, mas seu funcionamento é diferente em alguns aspectos. Por isso, é importante entender como ele funciona.
 

Veja as dicas para otimizar sua unidade de estado sólido:
 

- Não desfragmente seu SSD
 

- É possível desfragmentar as unidades SSD, porém isso não é necessário. Na verdade, a desfragmentação pode até reduzir a vida útil de um SSD. Se o seu sistema está configurado para desfragmentar automaticamente, o ideal é desligar essa função ao usar um SSD.
 

- Saiba como melhorar a performance do seu computador
 

- Upgrade é opção econômica para aumentar velocidade do PC
 

- Use programas de limpeza sem dor de cabeça
 

- Programas de limpeza, como o CCleaner ou outros, funcionam normalmente com SSD, trabalhando bem mais rapidamente do que com um disco rígido.
 

- Recupere arquivos depois de excluídos
 

- A recuperação de arquivos funciona normalmente. Qualquer software de recuperação pode encontrar o material apagado, exceto quando são gravadas outras informações na memória onde estava o arquivo ou realizada uma “formatação segura”.
 

- Confira a compatibilidade com os sistemas operacionais
 

- Todos os sistemas operacionais que são compatíveis com HDs também são compatíveis com SSD. Portanto, não há restrições a seu uso.
 

- Não utilize toda a capacidade de armazenamento
 

- Quanto mais espaço livre você deixar no SSD, mais tempo ele funcionará e sempre de maneira mais rápida. “O ideal é manter o SSD sempre com espaço livre. O mesmo vale para os discos rígidos, visto que isso afeta diretamente o bom funcionamento do sistema operacional”, explica Leonardo Lucio, analista de suporte técnico do Grupo de Recursos Tecnológicos da fabricante de componentes de informática Kingston.
 

- Salve arquivos à vontade no SSD
 

- Produtos com base em memória Flash podem eventualmente se desgastar. O NAND Flash usado em SSDs tem limites de resistência, o que teoricamente limita sua vida útil. Entretanto, com características como o nivelamento de desgaste e o recurso TRIM, um SSD normalmente irá durar mais do que o sistema no qual foi instalado.
 

- “O desempenho do SSD permanecerá o mesmo durante toda a vida da unidade”, comenta Sheila Valente, analista de Marketing do Grupo de Recursos Tecnológicos da Kingston. “Um usuário que grava 40 GB por dia, o que já é um número bem elevado e bastante fora do padrão se consideramos um uso cotidiano, demoraria quase 135 anos para chegar ao limite teórico de regravações. É praticamente impossível para usuários esgotarem esse limite em uso regular de unidades SSD.”
 

- Salve arquivos mais acessados no SSD
 

- Os arquivos mais acessados devem ser salvos no SSD, já que essas unidades de armazenamento são mais seguras e rápidas. Dessa forma, você evita perder dados importantes.

fonte: http://www.getmax.com.br/